Paul Kagame, o estadista africano do Rwanda que decidiu nunca mais voltar a falar francês

O que pensamos veiculamos pela língua. Assim, ela torna-se a síntese da cultura de uma comunidade e de um povo, e representa desse modo símbolo da mesma. É assim que paul Kagamé, conhecendo o poder de uma língua e numa época em que cada vez mais predomina o imperialismo cultural onde o ocidente exporta a sua para os países economicamente pobres, decidiu não mais falar francês.

A decisão de Kagame vem a propósito da acusação do governo francês sobre o estadista ruandês de ter derrubado o avião presidencial que transportava o então presidente do Rwanda Juvenal Habyeremana, e cuja tripulação era francesa, a 06 de Abril de 1994. Por sua vez Kagame acusa a França de ter financiado o genocídio que matou mais de 800 mil pessoas no Rwanda em 1994. Nessa troca de acusações as relações azedaram. Como o Rwanda não pode decretar sanções económicas a França, decidiu adoptar a mais poderosa sanção. A sanção cultural: não falar a língua francesa.

Hoje por hoje, quem encontrar Paul Kagame e cumprimentar-lhe em francês, “Bonjour”, vai simplesmente fingir que não ouviu!

 

 

 

 

 

 

 

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/caracult/public_html/wp-includes/functions.php on line 4344