Inicio Dança Nuas Pela Sociologia do corpo

Nuas Pela Sociologia do corpo

Solo para cinco volta aos palcos do mundo pelo mérito de ser uma das melhores vinte criações de dança contemporânea de África nos últimos vinte anos. Nesta obra do falecido Augusto Cuvilas, cinco bailarinas vivem o universo feminino. Percorrem a ingênua infância, a problemática adolescência, mas quando experimentam a maturidade debatem-se com o papel social que lhes é reservado a desempenhar. E o choque acontece porque não se conformam com a simples função utilitarista do seu corpo. Essa instância onde se vive a felicidade e a dor. O porto de conflitos. E na busca de melhores condições de existência lutam contra a mentalidade machista, unindo o corpo e a mente para dançar. Nuas! E descobrimos assim, que o corpo é também um espaço experiências estéticas, um espaço de beleza, de poesia.

Solo para cinco, agora recriada por Maria Helena Pinto, treze anos depois, é de uma plasticidade que percorre saberes humanos, questionando o status quo em busca da liberdade do corpo.

 

Subscreva-se e acompanhe todas notícias sobre cultura National

Coloque o seu e-mail abaixo para receber as últimas actualizações e promoções do nosso website.

Mais Lida

O Tempo dos Leopardos

O Tempo dos Leopardos A independência nacional fez nascer uma rica história do cinema moçambicano. Um cinema que foi ao encontro do cidadão ate ao...

Vozes da Representação, Memórias do Teatro Moçambicano, Volume I

Benites Lucas José gosta e ama a arte de representar. Mas notou ausência de formas de memórias sobre seus fazedores, sobretudo na forma literária....

Resgate, Um Filme Para Ver e Rever!

O filme emerge a partir de duas linhas narrativas. A primeira é a que segue as peripécias de um jovem caminhando por picadas e...

O Tempo dos Leopardos

O Tempo dos Leopardos A independência nacional fez nascer uma rica história do cinema moçambicano. Um cinema que foi ao encontro do cidadão ate ao...

Related News

Mbuta, Dança Tradicional Misteriosa Desaparecida

Desde os tempos mais idos dos nossos ancestrais que a dança era praticada nas zonas rurais da província de Inhambane. Só mulheres, anciâs e...

Vozes da Representação, Memórias do Teatro Moçambicano, Volume I

Benites Lucas José gosta e ama a arte de representar. Mas notou ausência de formas de memórias sobre seus fazedores, sobretudo na forma literária....

Resgate, Um Filme Para Ver e Rever!

O filme emerge a partir de duas linhas narrativas. A primeira é a que segue as peripécias de um jovem caminhando por picadas e...

O Tempo dos Leopardos

O Tempo dos Leopardos A independência nacional fez nascer uma rica história do cinema moçambicano. Um cinema que foi ao encontro do cidadão ate ao...

Dia do CD do dia 26 de Maio conta com Texito Langa na cessão de Autógrafos

MIGHTY VIBRATION (Texito Langa) | domingo 26 de Maio | Dia do CD | no beergarden no jardim dos Madjerman nas esquinas Av. 24...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here