Mia Couto inaugura trilogia

“Mulheres de Cinza”

Depois de quase dois meses longe de tudo e de todos, algures na Itália, eis o resultado: “Mulheres de cinza”. O mais recente romance é o primeiro volume da trilogia “As Areias do Imperador”, da autoria de Mia Couto. O livro é lançado, hoje, na Fundação Fernando Leite Couto, em Maputo.

Esta trilogia aborda os derradeiros dias do chamado Estado de Gaza, o segundo maior império em África dirigido por um africano: Ngungunhane.

A opção pela trilogia resulta do facto da viagem ser longa. Começa em terra, neste primeiro volume. Depois segue rio adentro, no segundo volume e termina no mar. Na verdade essa é a viagem que a personagem principal irá levar, saindo da sua terra – Zavala – até outros quadrantes.

Inicialmente, Couto queria que fosse uma única obra, mas cedo se apercebeu que resultaria num livro de muitas páginas, dai a ideia de ramificá-lo em três partes.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION