Mar Me Quer, de Mia Couto, anima primeiro final de semana do FITI

A 15ª edição do Festival de Teatro de Inverno começou dia 25 passado na cidade de Maputo e prolonga-se até dia 17 de Junho com diversas peças de teatro de grupos nacionais e estrangeiros. Para este final de semana que foi de arranque o ponto mais alto foi a exibição da peça Mar Me Quer, uma adaptação do encenador português João Garcia, do texto homónimo de Mia Couto.

A peça apresentada para uma audiência de cerca de 200 pessoas mostrou estar ainda num processo de encenação que procura alcançar a grandeza do texto. Aliás, o encenador, falando para a audiência no final da apresentação, que contou com a presença de Mia Couto, afirmou que depois de 10 dias de trabalho a peça deverá crescer ainda mais nos próximos tempos.

Na sessão de estreia acontecida no Cine-teatro Gil Vicente notou-se talento dos actores, embora vezes sem conta tenham se mostrado inseguros, o que é normal para quem trabalhou só 10 dias a adaptação de um texto cheio de inventividades como são características das obras de Mia Couto.

Nota de mérito no encenador João Garcia foi o facto de ter preservado a identidade literária do autor. É assim que optou por usar o texto original da obra selecionando blocos ou estratos da obra seguindo uma linha condutora duma narrativa trazida para o palco e que é do próprio autor.

Lembrar ainda que o Festival de teatro de Inverno arrancou dia 25 no Franco – Moçambicano com a exibição da peça As Mentiras Que os Homem Contam do grupo Só Mulheres, que do ponto de vista de conteúdo e valor estético não tem nada de positivo para se comentar, excepto o grande talento das atrizes. Pontenciando esse talento a um escritor e um encenador, sem sombra de dúvidas que o grupo Só Mulheres mostraria-nos muita qualidade nos seus trabalhos.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/caracult/public_html/wp-includes/functions.php on line 4339