Hip-hop love nos palcos do Gil Vicente café bar

Assim diziam os amantes de hip-hop “Vou deixar umas quatro barras para esses niggaz. DJ solta o som.”

Foi assim que O Gil Vicente café bar abriu as portas para mais um evento dos amantes de hip-hop neste Sábado passado do dia 19 de Novembro de 2016. Com apresentação de vários cantores rappers. O evento não contou apenas com o estilo referido, mas também com sketch de dança contemporânea que deu abertura ao evento, humorismo e a recente voz vencedora de Ngoma Moçambique do cantor Deltino Guerreiro. Estes estilos diversificados, fizeram do evento um Cocktail musical. Vários talentos deslumbrantes brilharam e deram o seu melhor para animar o público, embora não se fizesse em massa, o pouco se divertiu.

Salientar que, nos últimos dois anos, as salas de cinemas e teatro como Gil Vicente, Centro cultural franco Moçambicano, África bar que se encontra actualmente e em reabilitação, Coconuts live e varias outras salas têm acolhido os MCs para eventos relacionados com este estilo de música.

A música Rap vem crescendo paulatinamente em Moçambique e ganha espaço no coração dos moçambicanos, embora oposições enraizaram-se. Há quem diga que hip-hop não é nossa cultura, pois surgiu na década setenta como um movimento cultural entre latino-americanos, Jamaicanos e afro-americanos dos subúrbios de nova York. Portanto, não devia ser relevante para os moçambicanos que são ricos em culturas aderir outras culturas fora das nossas que temos até de sobra. Porém, a cultura não tem fronteira, a arte não tem limites, em qualquer canto do mundo a poesia é declamada, seja ela em forma de música, independentemente do estilo musical, a personalidade é resultado de inúmeras atracões naturais, quem escolhe hip-hop adopta como sua cultura independentemente da localização geográfica do individuo.

Hip-hop é poesia, é a arte de declamar ao ritmo de um som uma manifestação artística. O que vários MCs ou Rappers na noite do Hip-Hop love fizeram. Como exemplo, está o grupo “Mil estúdio” que declamou com flores na mão, uma canção de amor para todas as mulheres que ali se encontravam.

Este não será o ultimo evento de hip-hop a decorrer na cidade de Maputo, futuramente outros locais acolherão iniciativas semelhantes para agradar o mundo Moçambicano.

JOIN THE DISCUSSION