Chefe do sector Cultural da embaixada do Brasil fala do carnaval do sábado passado

Na época do Carnaval, Brasil fica três dias ou uma semana de férias, dependendo do estado. Este ano, aquele canto latino comemorou o festival até 14 de Fevereiro.

Foi uma semana agitada no Brasil, mas para moçambicanos uma semana igual a outras. Apesar disso, não impediu a ideia dos brasileiros residentes em Maputo comemorarem o Carnaval no Centro Cultural Brasil Moçambique.

Foi uma iniciativa levada a cabo por Matheus Carvalho, que teve a ideia de criar um cenário carnavalesco igual a do inicio do seculo 20. O propósito era deixar brasileiros e moçambicanos passarem a então semana especial de carnaval com muita alegria.

A Cara Cultura visitou Matheus Carvalho para falar-nos sobre o evento:
“Fizemos uma decoração aproximada a do início do século vinte. Os adereços foram muito clássicos porque queríamos buscar os elementos mais típicos de Carnaval e deixar o espaço o mais simples possível. Criamos barracas porque carnaval é alegria, portanto, o pessoal teve bebida e comida. Teve pratos brasileiros e moçambicanos e muita hino do carnaval. Em suma, a ideia era sentir o gosto desta festa… Sabiamos que não seria parecido com o do Brasil que decorreu. No Brasil a festa dura no mínimo três dias, enquanto que aqui só tivemos o sábado das 14 horas as 23 h, pelo menos tivemos a festa de carnaval.”

A noite contou com a banda Carioquinha do Leo Júnior e o grupo “Chapa 100″ composto por membros dos 2 países. Animaram a festa e prometeram mais sessões de hinos.

As crianças também tiveram um espaço decorado para se divertirem. Cuidados para não misturar adultos e crianças foram garantidos dando um tempo limitado para as crianças comemorarem o carnaval. Matheus sublinhou que houve espaço para algumas crianças ficarem até mais tarde com a supervisão dos pais.

Lembrar que não é a primeira vez que o CCBM cria a festa do carnaval. Tem realizado este evento a mais de 15 anos. Somente no ano passado, por causa da reforma do edifício, o carnaval decorreu no bairro de Mafala. O Centro Cultural patrocinou alguns promotores da cultura naquela urbe e juntos fizeram a festa acontecer.

Matheus Carvalho finalizou a entrevista com a garantia do próximo ano terem o melhor carnaval de todos os tempos no CCBM. Está ainda a ser pensado como será o festival.

About the author

Estudou Gestão Cultural na Universidade Eduardo Mondlane

Related

JOIN THE DISCUSSION


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/caracult/public_html/wp-includes/functions.php on line 4344