Inicio Música Anoitecer em Sarau com Ivo Maia

Anoitecer em Sarau com Ivo Maia

Existem críticas sobre a música moçambicana em grande escala por internautas no mundo fora. É normal um moçambicano ouvir dizer que não existem cantores de verdade em Moçambique. O facto é que isso não é verdade. Não há um país se quer que não tenha um cidadão que domine uma determinada matéria, ou que não saiba de alguma coisa com tanto domínio como os outros no mundo fora.

É o caso deste grande fenómeno musical, Ivo Maia. Voz excelente e músicas com atitude. Cocktail de música moçambicana, Brasileira e Jamaicana é o que Ivo Maia e sua banda compõem e viajam para diversos países representando Moçambique.

Recentemente, o grupo composto por três elementos, apresentou num sarau na Fundação Couto, diversos temas relacionados com a cultura moçambicana. Ivo Maia disse que leva a cultura moçambicana para fora, que fala nas suas canções da capulana, da mulher moçambicana, da Marrabenta, do Mapiko, das belezas da nossa cultura e muito mais. E para completar o seu enriquecimento cultural, disse que também trás as suas experiências de fora para partilhar com o povo moçambicano, nas suas canções, fala sobre o povo jamaicano, sobre os índios no Brasil e sobre a cultura fora de Moçambique.

  Foi um Sarau animado e diversificado, com um espaço aberto de quinze minutos para o público apresentar o que de melhor sabe fazer. Voluntários como Faira e Osório, apresentaram poemas reflexivos.

Subscreva-se e acompanhe todas notícias sobre cultura National

Coloque o seu e-mail abaixo para receber as últimas actualizações e promoções do nosso website.

Mais Lida

O Tempo dos Leopardos

O Tempo dos Leopardos A independência nacional fez nascer uma rica história do cinema moçambicano. Um cinema que foi ao encontro do cidadão ate ao...

Vozes da Representação, Memórias do Teatro Moçambicano, Volume I

Benites Lucas José gosta e ama a arte de representar. Mas notou ausência de formas de memórias sobre seus fazedores, sobretudo na forma literária....

Resgate, Um Filme Para Ver e Rever!

O filme emerge a partir de duas linhas narrativas. A primeira é a que segue as peripécias de um jovem caminhando por picadas e...

O Tempo dos Leopardos

O Tempo dos Leopardos A independência nacional fez nascer uma rica história do cinema moçambicano. Um cinema que foi ao encontro do cidadão ate ao...

Related News

Mbuta, Dança Tradicional Misteriosa Desaparecida

Desde os tempos mais idos dos nossos ancestrais que a dança era praticada nas zonas rurais da província de Inhambane. Só mulheres, anciâs e...

Vozes da Representação, Memórias do Teatro Moçambicano, Volume I

Benites Lucas José gosta e ama a arte de representar. Mas notou ausência de formas de memórias sobre seus fazedores, sobretudo na forma literária....

Resgate, Um Filme Para Ver e Rever!

O filme emerge a partir de duas linhas narrativas. A primeira é a que segue as peripécias de um jovem caminhando por picadas e...

O Tempo dos Leopardos

O Tempo dos Leopardos A independência nacional fez nascer uma rica história do cinema moçambicano. Um cinema que foi ao encontro do cidadão ate ao...

Dia do CD do dia 26 de Maio conta com Texito Langa na cessão de Autógrafos

MIGHTY VIBRATION (Texito Langa) | domingo 26 de Maio | Dia do CD | no beergarden no jardim dos Madjerman nas esquinas Av. 24...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here