Nas Ruas de Maputo “Dino Jethá”

Uma exposição de roer os ossos e deixar qualquer um de boca aberta, um artesanato que podia ser considerado “Oitava arte em 3D”.

Camordino Mustafá Jethá, filho do bairro São Damaso, pois nasceu, cresceu e reside actualmente neste bairro arredores de Maputo. Começou aos treze anos esculpindo para ajudar na despesa de casa, replicava carros e motas. Aos poucos aumentou figuras em suas obras, mais tarde, novas ideias, novos temas e sugestões. Jethá é uma Câmara de fotografar em pessoa, basta olhar uma e única vez para uma imagem e recria-la com a sua memória.

Metido a prova, foi criada uma exposição na fundação Couto das suas dezanove obras seleccionadas, obras estas que levarão trinta dias expostas naquele centro e também estão a venda. Os preços variam de Catorze mil meticais a quarenta e dois mil meticais.

As obras retratam o quotidiano dos cidadãos da cidade de Maputo e ilustram a cultura da mesma cidade. Para um residente de Maputo, todas as marcas alimentares, paisagens e comportamentos relatados em cada obra, lhe é fácil decifrar o seu significado. Pois uma obra com tema: My love, ou Xicalamidade, venda a grosso, três cem, não são assuntos desconhecidos no seu meio inserido.

JOIN THE DISCUSSION