Moçambique conta com mais uma revista cultural online

Vários artistas brilharam no evento do Hip-hop love que acompanhava o pré-lançamento do site cara cultura. Artistas como Deltino Guerreiro apostam na iniciativa de fontes culturais e afirmam ser louvada e positiva este tipo de ideia.

Destino Guerreiro

“Espero que realmente haja um contributo da parte da cara cultura, no seio da cultura, principalmente da dita cultura, nesse caso a arte. Estou com expectativa muito grande, pois espero que a cara cultura vá buscar informação e vá atrás daqueles que fazem mesmo a cultura e arte. Que se fale deles para expô-los não só localmente mas também além fronteira.” (Deltino Guerreiro)

Deltino Guerreiro

 

Deltino aponta para uma das catástrofes na cultura moçambicana e ataca negativamente para o seu melhoramento como missão da cara cultura. Falta de registo e valor da mesma, contribui para a baixa influencia do desenvolvimento cultural em Moçambique. hábitos e costumes do dia a dia que formam culturas, trabalhos de artesões e artes anónimas, não são documentadas ou falada delas com precisão, Não são levados, digamos a sério. O pensamento do Músico Deltino Guerreiro realmente nos remete numa grande reflexão.

Leila

 

Uma das bailarinas moçambicanas de nome Leila, ao ouvir falar do site, sorriu e decidiu também apostar, contribuindo para o melhoramento do site como forma de promover a dança contemporânea de Moçambique que é a sua área.

Leila Bailarina

 

“Para mim, essa ideia é boa, espero que com o site, a dança venha evoluir mais e que o país venha conhecer a dança, todos vivemos numa sociedade onde não deixamos a nossa cultura para baixo. Esse site, vai ajudar os artistas a desenvolverem os seus produtos e a evoluírem” (LAILA).

No seu pré-lançamento o ponto focado pelo público, foi a pesquisa da cultura moçambicana, a procura de fontes fidedignas e uma qualidade intensiva de matérias. Levando como conselho. A equipa de cara cultura está actualmente a trabalhar para que moçambicanos possam conhecer o site e saber onde se informar e acompanhar o desenvolvimento cultural.

JOIN THE DISCUSSION